Carboidratos e Índice Glicêmico

Os carboidratos são alimentos que fornecem energia ao nosso organismo. Através deles é que nossas células obtêm energia para realizar suas funções metabólicas.

Os alimentos com alto índice glicêmico elevam rapidamente a glicose sanguínea, fazendo com que nosso organismo tenha que produzir altos níveis de insulina em pouco tempo para poder transformar o alimento em energia, e logo, todo o alimento foi transformado em energia, além da que você precisaria, e então, o que sobrou, é armazenado, principalmente em forma de gordura para ser utilizado enquanto você não está ingerindo outros nutrientes. Mas ao contrário do que muitos imaginam, quando se necessita de energia e não há fonte de nutrientes sendo digeridos, ou seja, você não está comendo regularmente para tentar emagrecer, a musculatura é a primeira a ser queimada, e, só por último, é que nosso organismo vai começar a utilizar a gordura armazenada.

Os alimentos com baixo índice glicêmico são digeridos e absorvidos mais devagar, levando a sensação de saciedade, e causando uma baixa elevação no nível de glicose no sangue, e, consequentemente, não causando picos de liberação de insulina, levando a uma liberação de energia mais lenta e menor volume de armazenamento em forma de gordura.

É por este motivo que muitos nutricionistas orientam as pessoas para se alimentar de 3 em 3 horas, na tentativa do organismo pensar que não necessita guardar energia, e que os alimentos com menor índice glicêmico estão tão em alta.

Mas como saber se o que estamos alimentando tem alto ou baixo índice glicêmico? Este é medido através da dosagem da glicemia após a ingestão de um alimento, comparado a um alimento padrão, no caso, a glicose.


IG =   área sob a curva glicêmica do alimento teste         x 100
         área sob a curva glicêmica do alimento padrão

Alimentos de alto índice glicêmico: > 85
Alimentos de moderado índice glicêmico: 60 - 85
Alimentos de baixo índice glicêmico: < 60

Temos que consultar tabelas para saber o IG dos alimentos. O Método da FAO de cálculo do IG é o mais preciso.

Vale uma dica:
- Quanto mais madura está uma fruta, maior o seu IG.
- Quanto maior o tempo de cozimento dos alimentos, maior o IG, pois as moléculas de amido incham e o deixam macio, facilitando a digestão.
- A acidez de alguns alimentos ajuda a desacelerar a taxa em que o organismo digere determinada comida. Logo, ajuda tornando a digestão mais lenta, a absorção vagarosa e causa um efeito favorável no sangue.


Um comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...