Chá de Alecrim

A primeira vez que ingeri o chá de alecrim eu estava visitando a cidade de Carrancas, no sul de Minas Gerais. Confesso que seu sabor e aroma são extremamente agradáveis. Então, por que não dividir essa delícia com vocês.

Ingredientes
3 ramos de alecrim sem estar florido
1 xícara de água

Modo de fazer
Ferva a água juntamente com o alecrim por cerca de 2 minutos, deslique o fogo, tampe e deixe em infusão por 10 minutos
Depois é só degustar

Por Petar43 - Obra do próprio, CC BY-SA 4.0, https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=39435233

O Alecrim é um arbusto muito ramificado, sempre verde, com hastes lenhosas, folhas pequenas e finas, opostas, lanceoladas. A parte inferior das folhas é de cor verde-acinzentado enquanto a superior é verde brilhante. As flores reúnem-se em espiguilhas terminais e são de cor azul ou esbranquiçada. Floresce quase todo o ano e não necessita de cuidados especiais nos jardins. Toda a planta exala um aroma forte e agradável. A sua flor é muito apreciada pelas abelhas produzindo assim um mel de extrema qualidade. Há quem plante alecrim perto de apiários, para influenciar o sabor do mel.

Usado em muitos pratos culinários para condimentar sopas, molhos e carnes, também tem sido utilizado como um remédio natural para uma variedade de doenças ao longo dos séculos.

O alecrim atua como antiinflamatório, relaxante muscular, fortificante, cicatrizante, antisséptico e bactericida. Outra boa notícia é que a erva possui grandes quantidades de substâncias antioxidantes, capazes de retardar o envelhecimento das células e eliminar toxinas de nosso organismo.

Rico em vitaminas e minerais, como vitamina B6, vitamina B2, vitamina A, vitamina C, ferro, magnésio, fósforo, zinco, cálcio e outros antioxidantes. o alecrim ajuda no tratamento de reumatismo, depressão, cansaço, má circulação, gases intestinais, insônia, dores de cabeça, cólicas menstruais e no auxilio de cicatrização de feridas.

Por ser estimulante, o alecrim é indicado para controle da tosse e da gripe, além de combater crises de asma. As tosses acompanhadas com expectoração também são eliminadas pelo alecrim devido à sua excelente ação expectorante.

A planta medicinal também é uma grande amiga para tratar a pressão alta, pois possui propriedades que ajudam a melhorar a circulação sanguínea.

O alecrim é rico em minerais como o potássio, cálcio, sódio, magnésio e fósforo. A ingestão dessas vitaminas e minerais favorece a perda de peso em função da ação diurética. O chá do alecrim é digestivo e sudorífero, o que faz aliviar os sintomas da má digestão.

O chá do alecrim facilita a menstruação e alivia as cólicas menstruais.

Doses diárias do chá ou da tintura de alecrim são indicados para redução de gases intestinais, responsáveis pelo incômodo de muitas pessoas, por ter ação carminativa.

Conhecido por seu efeito relaxante, o alecrim aumenta o fluxo sanguíneo estimulando o cérebro e a memória. Por conter ácido carnósico, um ácido com propriedades antioxidantes essencial para o sistema nervoso, ajuda a lidar com situações de stress.

Efeitos sobre a pele e cabelo
O chá do alecrim tem ação analgésica, refrescante, anti-inflamatória, anti-séptica, é estimulador da circulação periférica, anti-acne, tônica, e é indicado para pele oleosa. Para isso, faça um chá bastante concentrado, e guarde em um recipiente de vidro escuro protegido da luz. Nessa concentração não é aconselhável ingeri-lo.
Para utilizar como fortificante capilar, junte o chá de alecrim a seu shampoo. Por ser rico em antioxidantes ele ajuda a eliminar os radicais livres do couro cabeludo e diminuir a degeneração do folículo capilar.


Atenção
O consumo do alecrim não deve ser exagerado,
 já que o excesso pode causar enfermidades como nefrite ou gastroenterite.
Além disso, não é recomendado o consumo por gestantes
 ou pessoas portadoras de epilepsia.

Nenhum comentário:

Comentários
0 Comentários

Postar um comentário

"
"
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...